Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Executivos da Corporação Andina de Fomento chegam em Porto Alegre

Primeira visita técnica do CAF tem o objetivo de conhecer o funcionamento da Cipave nas escolas

Publicação:

rimeiro encontro ocorreu na manhã desta segunda-feira (7), na sede da Secretaria de Planejamento Governança e Gestão (SPGG)
Primeiro encontro ocorreu na manhã desta segunda-feira (7), na sede da Secretaria de Planejamento Governança e Gestão (SPGG) - Foto: Diego da Costa
Por Diego da Costa

Os executivos da Corporação Andina de Fomento (CAF) - Banco de Desenvolvimento da América Latina chegaram em Porto Alegre nesta segunda-feira (7). A primeira visita técnica para a produção da Avaliação de Impacto, do Programa Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipave), da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), terá dois dias de duração. Entre as atividades da programação, está o monitoramento do programa em escolas da Capital. 

Ainda no mês de janeiro, a Cipave foi escolhida pela entidade, na América Latina, para receber a produção da Avaliação de Impacto. O objetivo da consultoria é verificar as mudanças e as transformações atribuídas diretamente às Cipaves, principal iniciativa do governo do Estado para incentivar a cultura da paz e reduzir os índices de violência nas 2,5 mil escolas gaúchas.

O executivo da Direção de Avaliação de Impacto e Aprendizagem de Políticas, da Corporação Andina de Fomento (CAF), Eduardo Fagre, destaca que a Cipave foi escolhida entre os 120 projetos na América Latina por diversas razões. De acordo com ele, foram determinantes a clareza, a relevância, a factibilidade técnica, a disponibilidade de acesso à informação, e a ampla participação das escolas. “Um dos nossos principais objetivos, neste primeiro momento, é entender como o programa funciona na prática. Faremos visitas em algumas escolas e a partir das informações fornecidas iremos elaborar os modelos metodológicos”, explica.

Corporação Andina de Fomento (CAF)

A instituição, formada por 19 países e 14 bancos privados, promove um modelo de desenvolvimento sustentável através de operações de crédito, recursos não reembolsáveis e apoio em estruturação técnica e financeira de projetos dos setores público e privado da América Latina. Participaram da seleção 120 propostas provenientes da região. A proposta submetida, elaborada em parceria com a Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), por meio do Núcleo de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (NUMA), é uma das 11 que passaram para a segunda fase da seleção, de um total de 120 propostas enviadas. Destas, apenas cinco foram contempladas com a avaliação.

Agenda

7 de maio

Horário: 13:30 hs

Atividade: Visita às escolas para conhecer o funcionamento do Programa CIPAVE

EEEF Brasília (Rua Dona Margarida, nº 1199) – 13:30hs

EE 1º de Maio (Av. presidente Rosevelt, nº 149) – 15:30hs

 

8 de maio

Manhã: 10h

Reunião de trabalho para revisar informações fornecidas pelas escolas sobre ocorrências e ações desenvolvidas, bem como definir o desenho metodológico final e o modelo de questionário de monitoramento do Programa.

Local: Sala de reuniões da SPGG (sala do DEPLAN, 20º andar do Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF)).

Horário: 14hs

Atividade: Reunião com os programadores do jogo - conhecer mais detalhes sobre o BaneVille e também definir um instrumento para medir a utilização e a intensidade de uso do jogo por parte dos alunos.

Local: Sala de reuniões da SPGG (sala do DEPLAN, 20º andar do Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF)).

 

CIPAVE