Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Violência nas escolas passará a ser monitorada diariamente

Novo procedimento irá permitir que as instituições de ensino acompanhem em tempo real o seu desempenho

Publicação:

Lançamento oficial do mapeamento online ocorreu na tarde da última terça-feira (23)
Lançamento oficial do mapeamento online ocorreu na tarde da última terça-feira (23) - Foto: Giulia Godoy
Por Diego da Costa

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) está lançando o mapeamento online do Programa Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipave). O novo procedimento irá permitir que as instituições de ensino insiram os dados no site da Cipave e acompanhem em tempo real o seu desempenho. A partir do dia primeiro de fevereiro, uma aba na página inicial direcionará a escola para o questionário de 19 perguntas e a cada três meses será divulgado um novo levantamento.

 Para o Secretário de Educação, Ronald Krummenauer, a iniciativa representa um avanço dentro do programa. " Com o acompanhamento permanente a direção da escola terá condições, inclusive, de se antecipar aos fatos, diminuindo ainda mais a ocorrência de violência nas escolas. É uma ferramenta de gestão importante", ressalta.

 Uma das novidades do novo sistema, elaborado em parceria com a empresa “Mstech Educação e Tecnologia”, é o gráfico de desempenho. Cada diretor de escola terá uma login e uma senha para inserir diariamente os seus dados. No momento em que as respostas forem incluídas, um gráfico se abrirá na tela e irá permitir que as escolas acompanhem o resultado de suas ações. Inclusive, poderão comparar os seus dados com outras instituições de ensino da região. Além disso, toda vez em que as informações forem consideradas discrepantes ou indiquem um erro de digitação, um alerta sonoro irá disparar. A medida visa auxiliar a administração dos resultados e aumentar a vigilância para que não ocorram erros.

 Vídeos - De acordo com a coordenadora estadual da Cipave, Luciane Manfro, o grande diferencial do mapeamento online é o fato das escolas poderem inserir novos dados diariamente. Além disso, ela afirma que no site também terá um tutorial e uma vídeo aula para maiores esclarecimentos. “Estamos já anunciando o novo sistema para que as escolas se mobilizem, aprendam a inserir as respostas e participem. Isso irá melhorar muito o mapeamento e irá possibilitar que novas metas e estratégias de combate à violência possam ser traçadas”, explica.

 Até o ano de 2017 as escolas respondiam o questionário disponibilizado no Google Drive e o levantamento ocorria a cada seis meses. Agora, o questionário pode ser respondido de forma online no site da Cipave e os dados podem ser incluídos diariamente.

CIPAVE